VIVA O PCB (Partido Comunista Brasileiro), 98 anos de lutas pelo Poder Popular – agora em Barra dos Coqueiros

VIVA O PCB (Partido Comunista Brasileiro), 98 anos de lutas pelo Poder Popular - agora em Barra dos Coqueiros

Texto de lançamrmto da Célula Jacinta Passos – embrião do PCB na Ilha de Santa Luzia

“Eles eram poucos.
E nem puderam cantar muito alto a Internacional.
Naquela casa de Niterói em 1922.
Mas cantaram e fundaram o partido.
Eles eram apenas nove, o jornalista Atrogildo, o contador Cordeiro, o gráfico Pimenta, o sapateiro José Elias, o vassoureiro Luís Peres, os alfaiates Cendon e Barbosa, o ferroviário Hermogênio.
E ainda o barbeiro Nequete, que citava Lênin a três por dois.
Em todo o país eles eram mais de setenta.
Sabiam pouco de marxismo, mas tinham sede de justiça e estavam dispostos a lutar por ela.
Faz sessenta anos (1) que isso aconteceu, o PCB não se tornou o maior partido do ocidente, nem mesmo do Brasil.
Mas quem contar a história de nosso povo e seus heróis tem que falar dele.
Ou estará mentindo.”

(1) Poema publicado em 1982 por Ferreira Gullar, quando o PCB completou 60 snos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *