Notícias

MST Sergipe celebra o DIA DO TRABALHADOR E DA TRABALHADORA RURAL em ato contra a fome

Cerca de 50 toneladas de alimentos do campo foram distribuídas para movimentos sociais e entidades no município de Aracaju No dia 24 de julho, em celebração ao Dia do Trabalhador e da Trabalhadora Rural, as organizações que atuam no campo sergipano promoveram um grande ato de solidariedade com a doação de cerca de 50 toneladas de alimentos oriundas de assentamentos de reforma agrária e comunidades camponesas. O ato tem o

Edital de Leilão: Imóvel situado a Rua Nilo Peçanha, 90, em Propriá/SE

EDITAL DE LEILÃO 75/2021. O Juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Propriá/SE, por intermédio do      Leiloeiro Oficial ALEX WILLIAN HOPPE, torna público, que fará realizar leilão de 01 (um) imóvel, situado na Rua Nilo Peçanha nº 90, Propriá/SE, medindo 20,00m de largura na Frente e nos fundos, por 65,00m de comprimento, melhor descrito na matrícula n° 5.159. Avaliação: R$ 1.066.829,92 (um milhão e sessenta e seis mil oitocentos

ARTIGO: A importância sócio-econômica

Artigo apresentado por Claudomir Tavares da Silva e Carina Tavares Bispo durante o IV Encontro Sergipano de Educação Ambiental (publicado em 20/04/2015 ãs 05h57 na Tribuna da Praia) RESUMO Com 32 Km de extensão e 1.30 m de profundidade o Canal do Pomonga foi fruto de uma lei provincial datada de 16 de março de 1835 que autorizava o Presidente da Província a abrir um canal através do Pomonga, ligando

Artigo: Inconstitucionalidade e ilegalidade das rinhas de galo - Parte 5 (Galistas tentam alterar a Lei de Crimes Ambientais para legalizar as rinhas de galo)

por Edna Cardozo Dias (1) | foto: A Cidade 5. GALISTAS TENTAM ALTERAR A LEI DE CRIMES AMBIENTAIS PARA LEGALIZAR AS RINHAS DE GALO: (2) Não obstante farta jurisprudência o Deputado baiano Fernando de Fabinho entrou com o projeto de lei 4.340, de 2004 para alterar a Lei 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, Lei de Crimes Ambientais, pretendendo descriminalizar expressamente “a realização de competições entre animais”. Ora, a

ENTREVISTA: Padre Lino sobre perseguição no Ceará: “São dois modelos de Igreja que estão frente a frente”

Padre Lino falou com o Brasil de Fato sobre os episódios de agressão verbal sofridos por ele na igreja onde atua Por Francisco Barbosa Lino Allegri é um padre missionário italiano com 56 anos de vida presbiteral – Reprodução / escrivaninha.blog O Brasil de Fato conversou com o Padre Lino Allegri que, recentemente, foi alvo de hostilização em suas homilias ao criticar a política de combate e prevenção à covid-19 do governo

2022: Análise de pesquisas com vantagem de Lula contesta tese de "polarização"

Datafolha reforça, neste momento, a liderança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas intenções de voto para a eleição de 2022 “É precipitado, ou artificial, afirmar que o cenário eleitoral como um todo e a força de Lula nas pesquisas de intenção de voto se devam à chamada polarização”, afirma a Fundação Perseu Abramo (FPA) em boletim do Núcleo de Opinião Pública, Pesquisa e Estudos (Noppe). O grupo analisou levantamentos

Artigo: Inconstitucionalidade e ilegalidade das rinhas de galo - Parte 4 (Pronunciamentos dos TJE's)

por Edna Cardozo Dias (1) 4. PRONUNCIAMENTOS DOS TRIBUNAIS DE JUSTIÇA DOS ESTADOS Em 1990 foi aprovada por decurso de prazo no município de Salvador a Lei municipal 4.149/90, que permitia a realização de brigas de galo naquele município. Tal lei feria frontalmente o art. 214, inciso VII, da Constituição Estadual da Bahia, assim redigido: “O Estado (da Bahia) e municípios obrigam-se, através de seus órgãos da Administração direta e

Artigo: Inconstitucionalidade e ilegalidade das rinhas de galo - Parte 3 (Pronunciamento do STF)

por Edna Cardozo Dias (1) 3. PRONUNCIAMENTO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL: A inconstitucionalidade de leis que autorizam brigas de galo já foi declaradada pelo Supremo Tribunal Federal, quando se manifestou sobre a constitucionalidade da Lei 2.895, de 20.03.1998, que autorizava rinhas de galo no Estado do Rio de Janeiro. O pedido foi encaminhado à Procurador Geral da República, Geraldo Brindeiro, por representação da Liga de Prevenção da Crueldade contra o

NÃO À PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS

A privatização não só vai provocar um expressivo aumento da conta de luz, como deve resultar em apagões e desindustrialização do país NOTA DO MAB SOBRE A LEI QUE AUTORIZA A PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS MOVIMENTO DOS ATINGIDOS POR BARRAGENS O governo Bolsonaro assinou ontem (13) a lei que autoriza a privatização da Eletrobras. O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) é contra a privatização da maior companhia de energia da